3.12.2017

AGRADEÇA A DEUS PELAS BATIDINHAS...


“Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a Sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga a todo aquele a quem aceita como filho”. Hebreus 12:5-6.

Quando um oleiro fabrica uma panela, ele verifica sua solidez, colocando-a e tirando-a do forno e batendo nela. Se ela “canta”, está pronta. Se ela solta um ruído, é devolvida ao forno.

Também se pode conferir o caráter de uma pessoa por batidinhas. Elas são os inconvenientes irritantes que provocam o pior em nós. 

Elas nos pegam desprevenidos. Despreparados. Elas não são grandes o suficiente para serem crises, mas, se forem demasiadas, cuidado!

Como posso responder? Eu canto, ou solto um ruído?

Jesus disse que o homem fala a partir da natureza do coração (Lucas 6.45). Não há nada como uma boa batidinha para revelar a verdadeira natureza de um coração. 

Se você tem uma tendência maior a emitir um ruído do que a cantar, vigie o coração.

Há esperança para nós que soltamos ruídos:

1 – Comece agradecendo a Deus pelas batidinhas. Cada uma é um lembrete de que Deus está moldando você (Hebreus 12:5-8).

2 – Aprenda com cada batida. Veja cada inconveniência como uma oportunidade para desenvolver paciência e persistência.

3 – Esteja ciente dos momentos de ruído e crise. Conheça seus momentos de pressão. Reforce-se com oração extra e não desista.
Lembre-se: nenhuma batidinha é desastrosa. Todas elas trabalham para o bem se formos amorosos e obedientes a Deus.

(Max Lucado)

AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...